Cosméticos e Fármacos | Equipar Tecnologia

logo calibras2logo spilogo viscojetlogo jacob

Resumo do Setor

Segundo levantamento da Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal e Cosméticos (ABIHPEC) existem hoje no Brasil 2.444 empresas atuando no mercado de produtos de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos o que coloca o país na terceira posição em vendas no mercado mundial do setor, com um faturamento em 2013 de R$ 38 bilhões. O Brasil é ainda o primeiro mercado em perfumaria e desodorantes e segundo mercado em produtos para cabelos, higiene oral, masculinos, infantil e proteção solar.

O setor apresentou crescimento médio deflacionado de 10% nos últimos 18 anos e devido ao aumento do poder aquisitivo das classes C e D, o aumento da expectativa de vida e a participação crescente da mulher brasileira no mercado de trabalho, projeta-se que o Brasil irá ocupar em breve a posição de segundo maior consumidor mundial de produtos de beleza.

Já no mercado farmacêutico, o Brasil tem o maior mercado da América Latina, ocupando a 7ª posição no ranking mundial. O setor tem perspectivas de ocupar a 4ª posição no ranking internacional de crescimento, atrás apenas dos EUA, China e Japão. A indústria farmacêutica instalada no Brasil fechou 2013 com faturamento aproximado de R$63 bilhões, segundo o Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos (Sindusfarma). O número representa um aumento de 12% na comparação com o ano anterior. Neste resultado os genéricos tiveram destaque no desempenho positivo, com faturamento de R$3,6 bilhões, apontando crescimento de 21%.

No Brasil os genéricos existem desde 1999 e representam cerca de 21% das vendas internas em unidades e 17% em valor. As quatro principais indústrias de genéricos no Brasil são de capital nacional, que respondem por 75% das vendas internas.

Tanto a produção de cosméticos, quanto a de medicamentos é concentrada nos estados do Sul e Sudeste, onde localizam-se 82% do parque fabril instalado no país. A tecnologia utilizada é de ponta o que garante alta produtividade e favorece, no caso dos cosméticos, a manutenção dos preços garantindo aumentos menores do que os índices de preços da economia em geral.

  • 1

Desenvolvimento do Setor

cosmeticos2014

icon cat cosmetico farmaco pt

selos home